Curso de arte

Artesanato para iniciantes: 5 dicas essenciais para começar a praticar

artesanato para iniciantes
Escrito por Casa das Artes

Fazer trabalhos manuais pode trazer inúmeras vantagens: aumentar a renda vendendo as peças, mudar a decoração da casa, se distrair e relaxar. Mas o começo pode não ser tão simples. Aliás, uma das maiores dúvidas no artesanato para iniciantes é justamente saber por onde começar.

As diversas técnicas e opções de materiais disponíveis podem deixar o novo artesão um pouco confuso nessa fase inicial. Para ajudar, listamos aqui algumas dicas que vão tornar esse primeiro contato mais fácil. Vamos começar?

1. Comece sem pretensões

Se você ainda não tem experiência com trabalhos manuais, inicie aos poucos. Aprenda primeiro as técnicas mais simples e de fácil execução e lembre-se que os projetos menores são objetivos mais fáceis de cumprir. Além de proporcionar a satisfação de concluir a tarefa, essa prática ainda ajuda você a criar experiência para, posteriormente, tentar novas técnicas. 

O problema em partir para artesanatos muito complexos logo no princípio é que você vai ter mais dificuldade e o resultado pode ficar longe do esperado, causando uma frustração. Por isso, os primeiros desafios precisam ser viáveis.

Leve em consideração também as suas habilidades e os talentos que já tem. Por exemplo, se existe algum conhecimento sobre costura, uma boa dica é começar com artesanatos de feltro ou patchwork. É possível usar tecidos para fazer móbiles, chaveiros, bonecos, colchas, almofadas, mantas e muitos outros itens.

Se a intenção é se arriscar com a pintura de objetos, as chances de sucesso são maiores se você começar primeiro com coberturas lisas, sem muitos detalhes. Inicie apenas trocando a cor de alguns itens para treinar a habilidade com o pincel. Quando estiver experiente com o básico, está na hora de tentar novas técnicas, como a pátina, o craquelê, entre outras. 

Além do nível de dificuldade, leve em consideração também o tempo necessário para terminar a peça. Prefira começar com itens mais rápidos de fazer, para poder dar mais dinamismo nessa primeira fase e não correr o risco de perder a paciência. 

Um projeto complexo que leva semanas para ficar pronto também pode ser uma fonte de frustração, no lugar de incentivo, pois você vai demorar muito para ver os resultados. Deixe os projetos mais demorados para quando estiver mais habilidoso. 

2. Aposte na reciclagem

Uma boa sugestão para os seus primeiros trabalhos é observar o que você tem em casa e reciclar: plásticos, garrafas pet, vidros, papelões, caixas de leite, filtros de café etc. Esse tipo de matéria-prima é econômico. Se você errar, não terá desperdiçado materiais novos.

Além da vantagem financeira e sustentável, é mais fácil transformar algo que você já tem em casa do que começar a produzir um item partindo do zero. Existem maneiras bem fáceis de reaproveitar objetos cortando, pintando, dando uma nova forma e um outro visual para eles.

 A reciclagem simples é um bom caminho para treinar suas habilidades manuais e desenvolver experiência para projetos mais difíceis no futuro. Vamos mostrar agora dois exemplos de artesanatos sustentáveis fáceis para você fazer. Veja:

Cachepô de madeira com pregadores

Você pode fazer um cachepô novo para as suas plantas pequenas utilizando apenas pregadores de roupa e uma lata de atum. Lave bem a lata sem a tampa. Depois, cole os prendedores em toda a circunferência. Está pronto! É possível repetir o processo em outros tipos de recipientes.

Itens transformados com tinta spray

A tinta spray é uma das mais fáceis de trabalhar: proporciona uma cobertura uniforme apenas direcionando o jato a cerca de 20 centímetros de distância da superfície do objeto.

Junte latas vazias, caixas de leite cortadas, potes de vidro, pinte com essa tinta e ganhe novos recipientes para guardar miudezas ou usar como vasos de plantas.

Esse mesmo material também serve para você transformar o visual de objetos que já tem. Um cinzeiro antigo, um bibelô que perdeu a graça, molduras velhas, tudo pode ser reciclado com uma nova cor.  

3. Aprenda técnicas novas de artesanato para iniciantes

Pesquise, estude e procure aprender técnicas para aprimorar o seu artesanato. Existem diversas formas de fazer isso. Se tiver algum amigo ou familiar que seja artesão, peça para ele ensinar algumas dicas e truques.

Outra saída é ler e assistir a tutoriais na internet. Há diversos blogs e canais no Youtube de artesãos criativos e experientes. Eles dividem seu conhecimento, ensinam passo a passo e compartilham muitas informações nessas plataformas.   

O Pinterest também pode ser muito útil, pois é cheio de referências e ideias. Siga perfis sobre DIY (do it yourself, ou faça você mesmo) e de artesãos talentosos para acompanhar os trabalho deles e as dicas que colocam lá.

Tudo isso ajuda, mas a forma mais completa e eficiente de aprender as técnicas é fazendo cursos. Procure em sua cidade se alguma instituição os oferece e aproveite a oportunidade. 

Após absorver tanto conteúdo, experimente! O melhor caminho para aprender é fazendo, e a prática leva à perfeição.

4. Não tenha medo de mudar o foco

As técnicas e opções são muitas, assim como os materiais, então, experimente várias delas. Se você escolheu algum artesanato específico e não está dando certo, não desista completamente dos trabalhos manuais.

Tente outras opções, mude o material ou a forma de fazer. Uma pessoa que não consegue ter um desempenho bom manuseando papéis pode ser ótima pintando madeira, e vice-versa. Não desista de primeira, encontre a atividade que mais combina com você.

5. Faça investimentos moderados

O universo do artesanato é enorme, e, no começo, você ainda não sabe de quais materiais vai gostar mais, ou em qual técnica vai se sair melhor. Por conta disso e também para viabilizar a experimentação de diversos tipos de artesanato, recomenda-se que você não faça todo o investimento de uma vez.

Compre os materiais ao poucos, de preferência, só para a peça que será confeccionada no momento. Dessa maneira, você não desperdiçará muito dinheiro se quiser mudar o tipo de técnica posteriormente. 

Vai chegar o momento em que você descobrirá qual o seu artesanato preferido, aquele para o qual leva jeito e lhe dá mais prazer em fazer. Quando isso acontecer, é a hora de investir em ferramentas completas e muitos materiais. 

Viu só como essas dicas deixam o artesanato para iniciantes muito mais fácil? Agora é só aproveitar e curtir todo o prazer de fazer novas e lindas peças com as suas próprias mãos! Quer tornar seu início nos trabalhos manuais ainda mais simples? Veja aqui todas as vantagens de comprar os materiais pela internet.

Sobre o autor

Casa das Artes

Deixar comentário.

Share This