Material para artesanato

Flocagem: 6 ideias para colocar em prática agora mesmo

flocagem
Escrito por Casa das Artes

Quem se depara com objetos decorativos que parecem revestidos de veludo, logo imagina que o efeito requintado só pode ser sinônimo de muito trabalho e habilidade.

A boa notícia é que essa textura pode ser produzida com materiais de artesanato e é bem mais simples e barata do que se imagina!

A protagonista aqui é a técnica da flocagem, que confere um acabamento aveludado às mais diversas superfícies.

Para incentivar você a replicar a ideia em casa no melhor estilo “faça você mesmo”, preparamos este artigo com dicas fáceis de colocar em prática. Confira!

Quais materiais podem ser flocados?

Antes de sugerir ideias para o seu projeto, vamos detalhar um passo a passo que é padrão para praticamente todas as superfícies.

Versatilidade, aqui, é palavra-chave: MDF, tecido, EVA, gesso, garrafa pet, isopor e vidro, dentre outros, podem ser flocados.

Para artistas de primeira viagem na técnica, no entanto, vale destacar que começar com o MDF é o mais indicado — principalmente porque o procedimento é mais fácil.

As peças feitas com este material podem se transformar nas mais variadas e lindas ideias. 

Caixas artesanais, porta-trecos, suporte para objetos (uma simples placa de MDF flocada, por exemplo, pode ser usada para servir de bandeja decorativa para colocar quinquilharias, expor porta-retratos e miniaturas) são algumas das possibilidades. 

O fato é que a flocagem dá um toque de beleza a qualquer objeto.     

O que vou precisar?

  • Uma peça a ser flocada;
  • Pó para flocagem (que deve ser da cor final desejada);
  • Tinta acrílica da mesma coloração do pó (este tipo de tinta é ideal para diversos materiais, mas, a depender da peça, use a tinta específica, como no caso do vidro);
  • Goma laca indiana;
  • Cola artesanal (nesse caso, prefira uma cola para artesanato multiúso ou específica para o material a ser flocado);
  • Um pincel para pintura, usado também para a cola e para a goma laca;
  • Um pincel largo de cerdas macias;
  • Peneira simples;
  • Um saco de plástico (lembrando que o tamanho do saco deve ser maior do que a peça escolhida). Além disso, certifique-se de que o item é à prova de vazamentos;
  • Uma folha de jornal, para evitar sujeira, manchas e bagunça.

Como fazer?

Já separou todo o material necessário? Então é hora de colocar a mão na massa!

Aplique a goma laca

Primeiro, abra a folha de jornal para evitar que o local utilizado se suje ou se danifique. Então, passe a goma laca indiana por toda a peça com o pincel para pintura e espere secar.

A goma é uma resina aplicada para impermeabilizar a superfície de objetos porosos (principalmente se você utilizar madeira, gesso, cerâmica, etc).

Depois do processo, o material ficará bem lisinho para a aplicação da tinta.

Pinte o objeto

Chegou o momento de aplicar a tinta, que deve ser da cor mais similar possível ao pó de flocagem escolhido.

Para a maior parte dos objetos, a tinta acrílica traz ótimos resultados (como o MDF), mas peças de vidro e cerâmica funcionam melhor com tinta em spray (para o vidro, use um primer específico ao invés da goma laca). Espere secar.

Passe a cola

Após a secagem completa da tinta, passe uma camada fina de cola artesanal pela peça com o pincel, sem esquecer nenhum cantinho.

Lembre-se de que o pó flocado só vai aderir onde houver cola! Esta etapa é bastante importante para um resultado bonito. Espere a cola secar por cerca de 20 minutos.

Peneire o pó para flocagem

 É a hora em que o saco plástico vai entrar em ação: insira a peça nele e então peneire o pó para flocagem para dentro do saco.

A peneira é fundamental porque prepara o pó para o processo, deixando-o bem fino e evitando os grumos.

Se montinhos de pó forem se formando na peça, não há problema: apenas continue a peneirar o material, deixando-o cair no plástico.

Chacoalhe o objeto

Assim que tiver peneirado uma boa quantidade de pó no plástico, proporcional ao tamanho da peça, feche bem as extremidades do saco e então chacoalhe. Mexa bem, vire, sacuda. A ideia é que o pó flocado se cole a todas as partes e cantinhos do objeto.

Deixe secar

Reserve o saco plástico (com a peça e todo o conteúdo ainda lá dentro) e deixe-o secando por aproximadamente 12 horas.

Retire o excesso de pó

Depois do tempo de reserva, abra o plástico, extraia a peça e, com o pincel largo de cerdas bem macias, retire o excesso de pó.

O pincel pode ser aplicado para “varrer” o produto sem medo, mas tome cuidado para que sua parte rígida não arranhe o objeto. 

Tenha também delicadeza para segurar o item, colocar muita pressão nos dedos pode deixar marcas.

Dica importante: procure cumprir essa etapa em um ambiente aberto, pois o pó flocado retirado é sinal de muita bagunça!

Voilà, o trabalho está pronto e o resultado é maravilhoso. Nem é preciso passar fixador!

O que posso criar com a flocagem?

Agora que você conhece o passo a passo para deixar objetos com uma bela camada aveludada, reunimos 5 ideias simples e de efeito incrível para partir para a prática. Acompanhe:

Porta-controle remoto

Se parece inusitada à primeira vista, essa ideia é uma verdadeira mão na roda e ainda resulta em um lindo enfeite para a sala de TV.

Nossa dica é adquirir uma caixa de MDF ou madeira compartimentada para guardar os controles e, usando o tutorial acima, fazer um forro de pó flocado nos compartimentos (ou flocar toda a caixa). 

Caso opte por flocar apenas a parte interna da peça, sugerimos dar asas à criatividade e usar outros processos artesanais na parte externa, como decoupagem e stencil.

Caixa de chá

Na linha das inúmeras possibilidades das caixas artesanais, que tal apostar em uma caixa de chá flocada para armazenar seu estoque da bebida?

A técnica da flocagem, inclusive, é uma ótima pedida para renovar aqueles objetos sem graça que já temos em casa.

Repaginar uma caixa com tampa pode enfeitar sua cozinha ou se tornar um belo produto para venda.

Porta-papel higiênico

Manter a organização da casa por vezes demanda itens que nem sempre favorecem do ponto de vista estético.

O compartimento para armazenar papel higiênico no banheiro, por exemplo, pode aliar praticidade e também efeito decorativo com a flocagem.

Investir na textura aveludada para esse objeto, complementando ou não com outros processos artesanais, é uma sugestão super fácil e estilosa para decorar o banheiro.

Porta-retrato

As molduras de porta-retrato, itens geralmente baratos e com um belo efeito de decoração, também podem se beneficiar — e muito — de uma bela camada aveludada.

Para diversos ambientes da casa, apostar no passo a passo de flocagem em porta-retratos resulta em um efeito mais que especial, sem falar na incrível valorização da peça.

Sapatos flocados

Não dá para negar que calçados de textura aveludada têm um efeito lindo e enchem os olhos. Essa sugestão vale inclusive para “reflocar” aqueles que já estão meio gastos.

Os sapatos que você já possui, além dos muito básicos, também podem ganhar todo um novo visual com a textura.

Para flocar calçados, o passo a passo é basicamente o mesmo que descrevemos neste post. É preciso aplicar a cola, peneirar o pó (sem saco plástico!) e repetir o processo caso necessário, se a primeira camada não for suficiente. 

Nesse caso, contudo, tome o cuidado de colocar o jornal dentro do sapato para evitar que o pó floc se espalhe em seu interior. Depois dessas etapas, um spray fixador fosco ou verniz também é recomendado.

Caixinha porta-joias com pedras coloridas

Nossa última sugestão é um mimo que toda mulher gostaria de ter no quarto. Porta-joias de MDF, plástico ou madeira podem ganhar um toque personalizado e de sofisticação com a flocagem.

Para arrematar a textura aveludada da cor de sua preferência, sugerimos ainda a aplicação de chatons coloridos na peça, somando em delicadeza. 

Os chatons são pedrinhas decorativas para artesanato, de acrílico e outros materiais. Fixadas ao porta-joias com a cola artesanal, valorizam o objeto e a decoração de todo o ambiente!

Seja para investir na bricolagem como um hobby ou para gerar uma renda extra com belos produtos, a flocagem é uma técnica simples e com efeitos surpreendentes.

E você, já flocou algum objeto? Conte sua experiência ou deixe suas dúvidas aqui nos comentários!

Sobre o autor

Casa das Artes

Deixar comentário.

Share This